O filme se repete: Planalto e Lula tentam de novo fritar candidatura de Iris

Todo mundo sem lembra: em 2010 o então presidente Lula fez tudo para puxar o tapete de Iris Rezende e fazer de Henrique Meirelles o candidato a governador do PMDB em Goiás. Chegou a humilhar Iris numa solenidade/comício na Praça Cívica.

Iris resistiu e como era e ainda é o grande coronel do PMDB de Goiás impôs sua vontade e foi candidato. Levou uma surra de Marconi Perillo, como temia Lula.

Agora, o filme de repete. Novamente, Iris e Lula são os personagens principais. O ex-presidente quer de novo fritar o velho cacique goiano, por achar que ele não vence o tucano. Junto com o Planalto, mexe os pauzinhos para articular o nome de Júnior Friboi.