“A gente ouve muitas críticas, mas são vazias”, afirma Paulo Garcia. “São de pessoas que não conhecem Goiânia”

Alvo preferencial de praticamente todos os candidatos a prefeito de Goiânia – à exceção de Adriana Accorsi (PT), o prefeito Paulo Garcia (PT) afirmou que as críticas que ele recebe são “vazias” e partem de pessoas “que não conhecem a cidade”.

“A gente ouve muitas críticas, mas são vazias, de quem não tem conhecimento da cidade de Goiânia, vejo muitos candidatos fazendo críticas como se tivessem realizado alguma coisa, se nós pegarmos a área da Saúde e Educação e pegarmos os ginásios poliesportivos cobertos, unidades novas construídas por nós na Saúde e novas escolas e CMEIS, dá uma média de uma obra a cada dois meses”, afirmou o prefeito.

Paulo diz que acredita ter feito bom trabalho como prefeito. “Nós vivemos uma grave crise econômica, não só no Brasil, mas no mundo e ter conseguido ter realizado isso, eu vou sair com a sensação do dever cumprido. Eu sei que muita coisa há por fazer, a cidade é dinâmica, os obstáculos surgem a cada dia, as necessidades surgem a cada momento, mas tenho a convicção que investi muito”.