Conselho do MP cancela aumento de 16% no salário de procuradores federais, que já é bastante elevado

Em uma decisão que merece elogios pelo bom senso e porque respeita o contribuinte, o Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) voltou atrás e cancelou o aumento de 16% no salário dos procuradores da República – que já têm provimentos altíssimos. O reajuste havia sido aprovado em julho.

A decisão foi tomada em reunião extraordinária convocada para esta manhã pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, após os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) terem rejeitado na quarta-feira (9) um aumento no salário dos ministros, que serve como teto para o funcionalismo público.