Vitti pede silêncio pelas vítimas do atirador no atentado do colégio Goyases, na sexta

O presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti (PSDB),manifestou solidariedade aos familiares dos alunos mortos ou feridos e à direção e funcionários do Colégio Goyases, situado na região Leste de Goiânia.

Na manhã da última sexta-feira, 20, a escola foi palco de uma tragédia que ganhou repercussão internacional. Armado, um aluno do 8° ano abriu fogo contra colegas de sala e causou a morte de dois estudantes, ferindo outros quatro.

Vitti lamentou o ocorrido e pediu um minuto de silêncio aos deputados reunidos no plenário da Casa Legislativo.