PMDB da chantagem e da fisiologia: Temer condiciona nomeação de Baldy em ministério a filiação no partido

Em mais um episódio de fisiologismo e de chantagem, que fazem dos políticos a categoria com menos credibilidade no Brasil, o presidente Michel Temer (PMDB) condicionou a nomeação do deputado federal goiano Alexandre Baldy como ministro das Cidades à nomeação dele no PMDB.

Como se a filiação dele ao partido A ou B interferisse na capacidade técnica de alguém para gerir uma das pastas mais importantes para o País.

É o PMDB mostrando porque é o partido mais sujo que existe no Brasil.

É Temer tentando afundar ainda mais a sua aprovação popular.