Iris pode até negar, mas está em marcha um novo decretão de demissão em massa, desta vez na Comurg, revela Opção

Jornal Opção deste domingo revela que o prefeito Iris Rezende estuda baixar um novo decretão de demissão em massa, desta vez atingindo os trabalhadores da Comurg.

Em 1983, após assumir o governo de Goiás, Iris demitiu 30 mil servidores públicos numa canetada só.

Veja:

Iris Rezende estuda demissão em massa na Comurg

A Comurg vai ser terceirizada, ou privatizada, e centenas de funcionários serão demitidos pelo prefeito de Goiânia, Iris Rezende. O líder do PMDB certamente fará um decretão, como o de 1983, quando era governador de Goiás.

O “alcaide” pode até desmentir a informação, mas há um grupo estudando a melhor forma de demitir funcionários na Comurg. Chegou-se a pensar numa espécie de PDV. Resta saber se a prefeitura tem dinheiro para pagar os exonerados. Seria uma demissão em massa. Porque há nenhum outro lugar para realocar os demitidos.