Jornalismo Wando: Popular faz entrevista água com açúcar e não entra nas crises da prefeitura

Crise com vereadores de Goiânia.

Denúncias de corrupção.

Não pagamento da data- base dos servidores públicos municipais.

Crise gravíssima no atendimento a saúde.

Crise ainda mais grave no atendimento odontológico da população.

Transporte público acabado e com ameaça de aumento no preço da passagem.

Prefeitura quebrada.

Obras paralisadas.

E por aí vai.

Mas para o Popular nada disso ocorre em Goiânia.

Na entrevista que o jornal publicou neste sábado, nenhuma pergunta sobre os assuntos que podemos ser espinhosos e embaraçosos para o prefeito responder.

Parece até que a entrevista foi produzida pela assessoria de imprensa de Iris.