Bancada pelega da Câmara de Vereadores protesta contra críticas por submissão a Iris

Três vereadores pelegos da Câmara Municipal de Goiânia protestaram contra as críticas que recebem nas redes sociais por votarem a favor de tudo que o prefeito Iris Rezende (PMDB) pede em troca de uma mão de cal nas praças dos bairros onde moram. Foram eles: Tiãozinho Porto (Pros), Paulo Magalhães (PSD) e Carlin Café (PPS).

Paulo Magalhães afirmou na tribuna que é alvejado por colegas da oposição que são candidatos a deputado no ano que vem. Mirou, de forma mais específica, em Alysson Lima (PRB), que apresentou projeto que limita a cinco o número de obras inacabadas da prefeitura.

“Você tem que parar com isso, companheiro. Fica usando os colegas como escadinha para vencer eleição. Seu partido tem secretaria na prefeitura. Pare de acender uma vela para Deus e outra para o diabo”, afirmou Paulo Magalhães.

Tiãozinho, por sua vez, lamentou o fato de ter sido escrachado nas redes sociais por ter pedido vistas ao decreto que impede a aplicação da multa do prefeito Iris Rezende (PMDB) a quem constrói puxadinho nos seus imóveis.

Elias Vaz (PSB) defendeu Alysson: “Não existe discurso mais desqualificado do que este, vereador Paulo”.