Aidar elogia Vitti por corte de ponto de deputados faltosos: “Só mexendo no bolso eles aparecem”

“Só mexendo no bolso deste pessoal é que eles vêm trabalhar”. O desabafo é do deputado estadual Humberto Aidar (PT), foi feito na sessão plenária desta terça-feira e foi endereçado aos colegas parlamentares que raramente aparecem em plenário para votar projetos e que estão preocupados com a decisão do presidente da Assembleia, José Vitti (PSDB), de cortar o ponto dos gazeteiros.

“Não é justo o deputado que vem trabalhar receber o mesmo que recebe o que não comparece. É injusto, é crime. Mais uma vez, parabéns ao presidente da Assembleia pela coragem de expor esta situação”, afirmou Humberto Aidar. “Eu posso contar os gatos pingados que estão aqui hoje, por exemplo. Tem 32 no painel, mas não no plenário”. O petista afirmou que pedirá verificação de quórum a todo momento, para forçar os colegas a comparecerem ao local de votação – sob pena de perder dinheiro.