Rei de Goianésia? Prefeito Renato quer carta branca da Câmara para controlar orçamento da prefeitura

O prefeito de Goianésia, Renato de Castro (MDB), enviou no último dia 6 de fevereiro, um audacioso projeto de lei (nº 103/2018), requerendo de forma genérica a autorização para que possa realizar toda e qualquer alteração da finalidade dos recursos contidos na Lei de Orçamento Anual de Goianésia.

Na verdade, Renato quer ser uma espécie de Rei da Cidade, ou seja, vai controlar todo o dinheiro da prefeitura ao seu bel prazer, sem dar qualquer tipo de satisfação à Câmara Municipal.

Caso seja aprovado, o prefeito não dependerá mais de qualquer autorização da Câmara Municipal para anular, transferir ou remanejar verbas vinculadas no orçamento municipal aprovado pelos vereadores. E ele poderá até mesmo retirar/modificar verbas ordinárias da saúde, educação, infraestrutura, promoção social, etc., e direcionar para a realização grandiosas festas como vem ocorrendo. Um verdadeiro show com o dinheiro público.

A pressão em cima dos vereadores é grande. Mas, a população já está se informando da manobra. E promete reagir.