Como ficam os partidos de aluguel de Caiado que têm cargos na prefeitura?

A decisão do prefeito Iris Rezende (MDB) de declarar apoio à candidatura do deputado Daniel Vilela (MDB) a governador mexe também com os partidos de aluguel que têm cargos na prefeitura e que haviam incluído estes cargos como parte do acordo para apoiar o senador Ronaldo Caiado (DEM).

A pergunta é: eles continuarão se sustentando às custas do Erário?

Três deles ocupam cargos no primeiro escalão: Denes Pereira, presidente da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg); Alexandre Magalhães, chefão do Mutirama e presidente da Agência de Turismo e Lazer (Agetul); e Fernando Meirelles, presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC).

No segundo escalão estão José Nicolau de Oliveira Neto, cujo nome de guerra é José Netho, presidente do PPL; e Eduardo Macedo, presidente do PMN. Netho ocupa uma sinecura na Secretaria de Governo e Macedo é superintendente de Gestão de Pessoas e Folha de Pagamento.

Confira os salários de cada um (em 2017):

Alexandre Magalhães (PSDC): R$ 10.554,44
Denes Pereira (PRTB): R$ 10.710,86
Eduardo Macedo (PMN): R$ 6.130,93
Fernando Meirelles (PTC): R$ 9.340,69
José Netho (PPL): R$ 5.630.50