Demóstenes consegue liminar no STF e pode ser candidato este ano

Veja abaixo matéria do Jornal Opção:

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu nesta terça-feira (27/3) liminar que permite que o ex-senador e procurador de Justiça Demóstenes Torres (PTB) seja candidato em 2018.

Em entrevista ao Jornal Opção, o advogado Pedro Paulo de Medeiros disse que será feito o pedido de registro, que não pode mais ser indeferido, e, então, iniciada a campanha.

Em entrevista ao programa “Roda de Entrevistas”, da nova TV Brasil Central (TBC), em março, Demóstenes negou qualquer interesse em disputar outros cargos que não o de senador. “Não desejo ser candidato a governador nem vice nem deputado. Eu saí do Senado e quero retornar”, garantiu.

Processo

Em 2017, a Segunda Turma do STF acatou, por unanimidade, o mandado de segurança impetrado pela defesa de Demóstenes, movido contra o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), que instalou um procedimento administrativo disciplinar (PAD) e o afastou das funções de procurador de Justiça nos idos de 2014.