Servidores da prefeitura de Goiânia avaliam greve geral nesta terça

Acontece na manhã desta terça-feira assembleia de servidores da prefeitura de Goiânia que decide se a categoria entra em greve geral. 

Trabalhadores exigem do prefeito Iris Rezende (MDB) que cumpra a data-base salarial, suspensa desde que ele assumiu o mandato. Em tempo: data-base não é aumento, é correção aos índices da inflação. 

Em nome do SindGoiânia, o guarda civil metropolitano Ronaldo Gonzaga afirma que todas as tentativas de diálogo com Iris se exauriram e foram infrutíferas. 

Além da data-base, pleiteia-se o pagamento de progressões, cumprimento do piso nacional de servidores da Educação, chamamento de concursados da Educação e que se avance na adoção do plano de cargos e salários dos motoristas.