“Tirar Leonardo Vilela e Iris do relatório da CEI da Saúde foi um equívoco”, diz Elias Vaz na TBC

O vereador Elias Vaz (PSB), relator da Comissão de Inquérito (CEI) que investigou irregularidades na Saúde de Goiânia, considera “um equívoco” a decisão da CEI de retirar os nomes do secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, e do prefeito Iris Rezende (MDB) da lista de indiciados.

“Ficou uma situação estranha. Pedimos indiciamento da Organização Social (OS) que administra o HGG por irregularidades na execução do contrato de gestão, mas poupamos quem assinou o contrato, que foi o secretário”, afirmou Elias.