Iris prepara demissões para resolver crise que ele próprio criou na Comurg

A impiedosa caneta do prefeito Iris Rezende (MDB) deve assinar, nos próximos dias, decreto que exonera mais algumas dezenas de servidores da Comurg, segundo o jornal O Popular. Foi a forma que iris encontrou para solucionar um problema que ele próprio criou na companhia. 

O inchaço da folha salarial foi o atalho que ele usou nos mandatos anteriores para alavancar candidaturas de seus favoritos, como Dona Iris, Clécio Alves, Izídio Alves, Agenor Mariano, Bruno Peixoto e Waguinho Siqueira (que inclusive foi presidente da companhia). 

Agora, Iris vai demitir funcionários para salvar a companhia, como se eles fossem culpados pelo rombo da Comurg. Em condições normais, a empresa deveria ser superavitária. 

Compartilhe