Interativa faz perguntas descabeladas a Eliton. Com Caiado, levanta bola para cortar

A rádio Interativa precisa repensar o formato da entrevista que realiza com os candidatos a governador desde a semana passada. Na comparação entre os programas que tiveram como convidados José Eliton (PSDB) e Ronaldo Caiado (DEM), faltou isonomia.

Para ouvir Eliton, chamou uma menina chamada Maysa Manoela que, além de despreparada, é assessora do presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Andrey Azeredo (MDB), que é adversário de Eliton.

O resultado foi um monte de perguntas descabeladas sobre assuntos não-concernentes ao governo do Estado, como porte de armas para população e aborto.

Com Ronaldo Caiado (DEM), nesta segunda-feira, o convidado foi o gabaritado advogado Pedro Paulo Guerra de Medeiros, candidato à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO).

As perguntas foram dezenas de vezes mais propositivas e bem feitas. Houve prejuízo para José Eliton.