Companheiro Tokarski ainda não se manifestou sobre afrouxamento do Plano Diretor

O bom e velho comunismo morreu. Pelo menos em Goiás. O presidente do PCdoB no Estado, ex-vereador Fábio Tokarski (que não pode se candidatar mais porque é ficha suja), se fez e continua a se fazer de bobo quando o assunto é Plano Diretor de Goiânia.

Tokarski ficou e continua calado diante das críticas da imprensa e do Ministério Público à forma nebulosa, macabra e suspeita como tramitou o projeto com as alterações – propostas por Paulo Garcia (PT) – na Câmara.

O ex-vereador e o ex-combativo PCdoB têm o direito de apoiar a esculhambação do Plano Diretor, se for o caso. Ninguém nega ao velho comunismo o direito de se posicionar como quiser. Desde, é claro, que se posicione.

O silêncio do velho Tokarski depõe contra sua biografia. Silêncio estridente, que faz doer os nossos ouvidos.