Iris tem de entender a derrota de dona Iris como aviso: o próximo a ser banido será ele

Texto publicado no site GBrasil (clique aqui para acessar)

A segunda derrota consecutiva da primeira-dama de Goiânia, Dona Iris (MDB), em eleições para deputada federal  é um episódio que o prefeito Iris Rezende (MDB) deveria tomar como aviso. 

Perder uma eleição para deputada apesar de ter sob controle a máquina administrativa das prefeituras da Capital e de Aparecida não é pouca coisa. Mais do que falhas de planejamento e de execução, o resultado das urnas mostra que o ciclo dela e do marido chegou ao fim. 

Um ciclo que, a bem da verdade, está no epitáfio há muito tempo. Mas que Iris, pela bonita história que tem, conseguiu prolongar na prefeitura – a despeito das três humilhantes derrotas em eleições para governador e de uma derrota na disputa pelo Senado, em 2002.

Até o mais simplório dos analistas políticos compreende o recado que as urnas deram ao prefeito: se ele se candidatar à reeleição em 2020, a chance de derrota é altíssima. Principalmente em face da gestão horrível que ele está fazendo. 

Antes aposentar-se dignamente do que ser escorraçado pelo voto. O alerta foi dado.  

Compartilhe