Justiça dá 90 dias para Iris arrumar Cais do bairro Goiá e avisa que vai interditá-lo

O Conselho Regional de Medicina de Goiás (Cremego) deflagrou guerra com o prefeito Iris Rezende (MDB) para fechar o bairro Goiá porque, segundo o Cremego, a administração não oferece mínimas condições de trabalho para os médicos do local.

No dia 29 do mês passado, o Conselho decretou intervenção ética no Cais, que proíbe médicos que trabalharem no posto. Nesta quinta, saiu uma decisão judicial que interditou o Cais, mas Iris recorreu ao Tribunal Regional de Federal (TRF) e conseguiu suspender a ordem por 90 dias.

Caso os problemas não sejam solucionados em 90 dias, conforme a despacho do TRF, o Cais terá de ser fechado. Ele atende pacientes de cerca de 100 bairros da região Oeste de Goiânia.

Compartilhe