Adesão de deputados a Caiado mostra que nada mudará na política goiana

O voto de mudança em Ronaldo Caiado (DEM) na eleição para governador traduziu desejo do eleitor por novas práticas políticas, mas a julgar pelos primeiros movimentos dos principais atores do Estado o que houve foi uma simples troca de nomes. O modus operandi continua exatamente o mesmo das últimas décadas. 

Caiado já negociou a adesão de dois deputados estaduais do MDB que fizeram campanha para Daniel Vilela até outubro: Bruno Peixoto (já oficializado) e Humberto Aidar (próximo de oficializar). Além disso, o assédio em cima de deputados ligados a Marconi Perillo e José Eliton (PSDB) está enorme. 

Nesta quinta-feira, a jornalista Cileide Alves disse na rádio Sagres que Caiado deve chegar a uma base de 30 parlamentares até fevereiro. Emendou dizendo que “deputado gosta de governo”. 

Compartilhe