Oposição na OAB diz que Lúcio Flávio reduz número de mulheres nos cargos de direção e privilegia continuísmo

A eleição para a OAB-GO esquenta. 

A chapa de oposição,  liderada pelo advogado e pré-candidato à Presidência da OAB-GO, Pedro Paulo de Medeiros, acusa a atual gestão de fazer  discurso é divorciado da prática e que a pregação de alternância não se realizou, bastando a composição da chapa para ver que prestigiaram o continuísmo, a manutenção do status quo.

Diz também que a chapa registrada na última terça-feira (16) não apresentou mudanças quanto à representatividade feminina, com apenas três mulheres nos 21 cargos das diretorias da Seccional, Conselho Federal, Casag e ESA.