Acostumado ao padrão GloboNews, Luciano Cabral sofre com o jornalismo bobo-alegre da TV Anhanguera

Quem acompanha diariamente o Jornal Anhanguera 1ª Edição certamente já percebeu o constrangimento do apresentador Luciano Cabral diante das bobagens e macaquices da equipe.

Penando com a baixa audiência, a TV Anhanguera vem apostando há algum tempo num jornalismo digamos mais descontraído e popular. O problema é que esse viés soa artificial porque é feito sem naturalidade e na marra.

Enquanto os rivais Balanço Geral e Jornal Meio Dia são populares por natureza, o Jornal Anhanguera se perde ao criar um formato esquizofrênico. Luciano Cabral, que passou muitos anos como âncora na GloboNews, vem sofrendo para se adaptar às bizarrices da TV Anhanguera. Na GloboNews, o padrão de qualidade é altíssimo e não há brecha para brincadeirinhas e diálogos infantis entre repórteres e apresentadores.

Nesta semana, Luciano ficou constrangido enquanto era exibido um link ao vivo direto da região da 44. Chegou a balançar a cabeça discretamente, num claro sinal de reprovação.

Luciano é competente e reconhecido nacionalmente. Não merecia passar por essa situação.