Em artigo, Tejotinha diz que servidores são prioridade absoluta. Então por que ele não pede para Caiado pagar dezembro?

Em artigo publicado neste sábado no jornal Diário da Manhã, o vice-governador Lincoln Tejota (PROS) faz um belo resumo da paralisia em que se transformou a gestão Ronaldo Caiado (DEM) em apenas 12 dias de mandato. Na análise sobre a conjuntura política e fiscal do Estado – ingênua, para dizer o mínimo –, Tejotinha teve a ousadia de dizer que os servidores públicos são a prioridade da gestão. Então, por que ele não pede ao chefe Caiado que pague a folha do funcionalismo?

Se tem uma posição clara no governo Caiado é o pouquíssimo caso com os servidores, para os quais foram oferecidos fiado no comércio e na própria gestão pública com a tal suspensão da cobrança de impostos e contas no Detran, no Ipasgo e na Saneago. Alguém tem dúvidas de que essas faturas vão chegar à casa dos funcionários logo ali na frente, inclusive corrigidas?

Tejota apresentas as medidas populistas de Caiado como inovações de governo, isto após uma semana inteira de dezenas de milhares de críticas ao governo por conta do calote e do caderninho de fiado. Até agora, o vice-governador vinha até passando ao largo do bombardeio. A partir de agora a coisa pode mudar de rumo.

Santa ingenuidade, Tejotinha!