Nova Câmara derruba aumento do IPTU e mostra que não tem mais presidente agachado para Iris

A Câmara de Goiânia derrubou nesta terça-feira (15) o veto do prefeito Iris Rezende (MDB) ao aumento do ITU e do IPTU de 2019 e mostrou à população da capital que não tem mais um presidente agachado às vontades do Paço Municipal. O novo presidente da Casa, Romário Policarpo (PROS), apoiado pelos vereadores que o elegeram, articulou a autoconvocação para barrar o reajuste nos dois principais tributos municipais e virou a página da gestão governista de Andrey Azeredo (MDB), que submeteu o Legislativo às ordens iristas.

Pror 20 votos a zero, o plenário da Câmara rejeitou o veto de Iris ao projeto aprovado no ano passado pelo Legislativo proibindo o aumento do ITU e do IPTU. O prefeito manobrou nos últimos dias do ano para tentar garantir, durante o recesso parlamentar, a aplicação do aumento, porque a Secretaria de Finanças processa a cobrança do imposto sobre terrenos e edificações nos primeiros dias do ano. A prefeitura queria reajustar os tributos a partir da atualização cadastral, por meio das quais os proprietários informam alterações nos imóveis.