Exclusivo: Marcos Cabral faz papel de articulador político de Caiado e tenta consertar lambança e trapalhadas de Roller, mas o estrago era grande demais

Secretário da área social, Marcos Cabral acabou no olho do furacão da crise entre deputados e governo Caiado, que acabou selando a vitória de Lissauer Vieira à presidência da Assembleia, mesmo não sendo o candidato apoiado pelo Palácio das Esmeraldas.
Ex-prefeito de Santa Terezinha, Cabral entrou em cena para tentar consertar as lambanças e trapalhadas de Ernesto Roller, em tese o responsável pela articulação política do governador. Roller foi um fracasso total e atrapalhou mais que ajudou.
Ao contrário do colega de equipe, Cabral atuou como bombeiro, fez interlocução correta, desintoxicou algumas áreas e levou parlamentares para conversar com Caiado.
Tentou, mas já era tarde.
O estrago feito por Roller ficou incontornável.
De qualquer forma, o episódio revela um bom quadro para articulação política do caiadismo.
Com Roller, Caiado está frito.