Alcolumbre pode até ajudar Goiás, mas o governador é Caiado. Ele é quem precisa dar o rumo para sua gestão

É aquela história: o Congresso saiu de Caiado, mas ele ainda não saiu do Congresso. O governador parece ainda seduzido por tudo que acontece em Brasília. Eufórico com as vitórias dos correligionários Alcolumbre (Senado) e Rodrigo Maia (Câmara) para as presidências, Caiado entupiu suas redes sociais com fotos e mensagens de louvor aos colegas.

A impressão que se tem é que Caiado aposta todas as suas fichas em Brasília para encontrar um rumo para seu governo. Ele está errado. Senado e Câmara podem até ajudar em alguma emenda, demanda e etc, mas o norte administrativo do Estado tem que ser dado pelo governador.

Caiado segue esperando uma ajuda milagrosa do governo federal. Até hoje clama para entrar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF); o que dificilmente vai se concretizar. O tempo de congressista acabou para Caiado. Ele agora é governador de Goiás e precisa cumprir as expectativas que ele mesmo criou ao longo da campanha.

 

Compartilhe