Exclusivo: Caiado e comandante-Geral da PM afastam coronel Kárison Ferreira Sobrinho da Academia da Polícia por perseguição política

Continua a caça às bruxas na Polícia Militar. No início da manhã desta quinta-feira, o coronel Kárison Ferreira Sobrinho foi surpreendido pelo comunicado do afastamento do comando da Academia da Polícia Militar. A alegação é de que ele fez postagens em grupos fechados da PM sobre o atraso do pagamento de dezembro.
Na verdade, o afastamento de Kárison é perseguição política. Ele teve destaque no governo José Eliton.