O Popular: Caiado insiste na perseguição e faz lei estadual para reduzir salário do servidor

Mais notícia ruim para o servidor público estadual. O governador Caiado insiste na crucificação do funcionalismo como bode expiatório da crise fiscal e já tem no forno prontinha uma lei para reduzir a jornada de trabalho e, pior, diminuir em até 25% os salários. É a alternativa que ele arrumou à possibilidade do STF demorar na apreciação da Adin sobre o assunto.
Caiado, definitivamente, virou o carrasco do funcionário público.
Triste, muito triste, a esperança ser transformada em pesadelo e decepção.