Crise fiscal em Anápolis (3): Roberto Naves se esconde e manda secretário de Finanças explicar rombo nas contas municipais

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PTB), escalou o secretário municipal de Finanças, Geraldo Lino, para explicar ao Popular o rombo de R$ 67 milhões nas contas da prefeitura no ano passado. Com base em  dados do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o jornal O Popular deste domingo mostrou que a gestão anapolina lidera o ranking dos municípios que gastaram mais do que arrecadaram.

A prefeitura do município arrecadou R$ 1,034 bilhão em 2018, mas gastou R$ 1,102 bilhão, acumulando um déficit de R$ 67,7 milhões no ano passado. Em seguida vêm Rio Verde, Trindade e Inhumas. Geraldo Lino disse ao Popular que os números estão errados, porque não foram atualizados pelo tribunal.

Vamos acompanhar a atualização dos dados. Tomara que haja uma explicação plausível e que o rombo seja mesmo só nas tabelas.