Bloqueio das contas do governo: no pedido, promotora diz que Caiado “realizou um salto na folha e inverteu a ordem de pagamento das dívidas”

Na petição que a promotora de Justiça Carmem Lúcia Santana de Freitas protocolou no Tribunal de Justiça pedindo o bloqueio de todas as contas do governo para pagar o salário de dezembro do funcionalismo público estadual, ela diz que “o governo do Estado de Goiás realizou um salto na folha de dezembro de 2018 e do 13o salário dos aniversariantes de dezembro e efetuou o pagamento de janeiro de 2019 antes da quitação da folha de dezembro e do 13º salário dos aniversariantes de dezembro, invertendo a ordem de pagamento das dívidas”.

Veja o pedido do MP aqui