Bloqueio de contas do governo (1): promotora lista liminares que governo Caiado descumpriu

A promotora de Justiça Carmem Lúcia Santana de Freitas cita na petição que diversas liminares concedidas que não foram cumpridas pelo governo Caiado.

Diz também que “foram deferidas inúmeras liminares em favor da quitação integral dos salários dos servidores públicos às diversas entidades sindicais, das mais variadas categorias de servidores públicos estaduais, que ajuizaram mandados de segurança buscando que o pagamento de seus salários ocorresse até o dia 10 do mês posterior a  ovencido, sendo elas (i) Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Goiás – SINDIPÚBLICO (processo n.o 5518259.45.2018.8.09.0000); (ii) Sindicato dos Fiscais Estaduais Agropecuários do Estado de Goiás – SINFEAGO (processo n.o 5559505.21.2018.8.09.0000); (iii) Sindicato dos Peritos Criminais e Médicos Legistas do Estado de Goiás – SINDIPERÍCIAS (processo n.o 5559594.44.2018.8.09.0000); (iv) Associação dos Subtenentes e Sargentos PM & BM do Estado (processo n.5010824.43.2019.8.09.0000); (v) Associação União dos Militares do Estado de Goiás (processo n.o 5011909.64.2019.8.09.0000), e até o momento não houve o cumprimento das decisões, especialmente no que tange quitação da folha de dezembro e do décimo terceiro salário dos aniversariantes do mês de dezembro.

Veja a petição