Arrogância e desrespeito: em resposta a ação de bloqueio, Caiado manda Sefaz encaminhar extrato da conta do Estado à promotora

Em mais um gesto de arrogância e desrespeito com a autonomia do Ministério Público Estadual (MP-GO), o governador Ronaldo Caiado (DEM) mandou a Secretaria da Economia (ex-Sefaz) entregar o extrato das contas do Estado à promotora Carmem Lúcia Santana de Freitas, que pediu o bloqueio dos depósitos do Tesouro para imediato pagamento dos salários atrasados de dezembro.

Assim, Caiado leva adiante o calote da folha, tensionando ainda mais as relações de seu mandato com os servidores públicos estaduais. O governador insiste na proposta de pagar os salários em cinco parcelas, de março a julho, ainda que nem mesmo esta proposta tenha sido oficializada.