Chefe de gabinete de Schmidt, Guy Cavalcante assumiu o triste papel de sabotar e perseguir servidores da Secretaria de Economia

O chefe de gabinete da Secretaria de Economia, um tal de Guy Cavalcante, assumiu sem titubear o triste papel de puxar o tapete de cinco colegas superintendentes da pasta, que seriam surpreendidos com a demissão não tivessem sido avisados previamente do golpe que armado contra eles.

A ordem foi dada pela supersecretária e primeira-ministra forasteira Cristiane Schmidt, abominada pelos servidores da antiga Secretaria da Fazenda (Sefaz). Guy estava recrutando os novos ocupantes de cinco áreas da secretaria quando foram avisados da sabotagem. Foi pego em flagrante.

Cícero Rodrigues da Silva (Executivo da Receita), Luciano Corrêa Caldas (Controle e Fiscalização), Leonardo Oliveira Meneses (Informações Fiscais), Vinícius Oliveira de Almeida (Política Tributária) e Alaor Barreto (Recuperação de Créditos) acabaram apresentando seus pedidos de demissão nesta terça-feiral, após tentar, sem sucesso, esclarecer o caso com Schmidt.