Grupo independente de professores condena alinhamento do Sintego com Caiado e exige assembleia imediata

Só aumenta a pressão em cima da presidente do Sintego, Bia de Lima. Professores que formam um grupo independente exigem que ela convoque uma assembleia imediatamente para que o indicativo de greve da categoria seja decretado. Os professores estaduais se sentem traídos pelo governo de Caiado, que insiste em não pagar o salário atrasado e ainda retira benefícios conquistados.

A crise é grave!