Vassoura atrás da porta: MDB de Rio Verde faz contagem regressiva e já comemora com bota fora a expulsão de Paulo do Vale

Senão seguir o mesmo caminho de Ernesto Roller e pedir a desfiliação do partido, prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale, será  expulso nesta véspera de carnaval.

Ele integrou dissidência emedebista liderada por Adib Elias que boicotou a candidatura própria da legenda a governador para apoiar a campanha do demista Ronaldo Caiado.

Em vez se ser lamentada, a expulsão de Paulo do Vale é festejada pelo MDB de Rio Verde. O emedebistas locais foram excluídos de cargos na prefeitura e o prefeito se recusa a quitar dívidas que o partido contraiu na campanha dele.

Depois de ficarem livres do prefeito encrenqueiro, o MDB de Rio Verde empenhará todos o esforços para ter seus quadros o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSB), hoje o político mais importante e promissor do Sudoeste de Goiás.