Crise no Jovem Cidadão: Famílias denunciam desligamento e temem interrupção do programa

Famílias beneficiárias do Jovem Cidadão procuraram nesta sexta-feira (1/3) a Defensoria Pública de Goiás para manifestar sua extrema preocupação com o desmonte do programa de inclusão de aprendizes no mercado de trabalho promovido de forma unilateral pelo governador Ronaldo Caiado.

Os pais dos jovens aprendizes denunciaram o desligamento sem prévio aviso dos adolescentes do JC e manifestaram temer a interrupção definitiva do programa.

Ainda ontem, o Núcleo de Defensorias Especializadas da Infância e Juventude da Capital instaurou Procedimento Preparatório para Propositura de Ações Coletivas (Propac) para averiguar os termos da “interrupção em massa dos contratos de aprendizagem do programa estadual Jovem Cidadão”.

Em nota, a Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO) informou ter “atendido mais de 15 jovens, a maioria oriundos de família em situações de vulnerabilidade social, que relataram notícias do desligamento assim como a grande preocupação com a expectativa de interrupção do programa”.