Insensibilidade profunda: Supersecretária aumenta insegurança de servidores afirmando que continuará faltando dinheiro para pagar folha em dia

O governo Ronaldo Caiado (DEM) parece não ter a menor intenção ou ao menos a mínima estratégia ou planejamento para colocar a folha de pagamento dos servidores estaduais em dia. É o que se conclui das declarações da supersecretária e primeira-ministra forasteira da Economia, Cristiane Schmidt, em entrevista ao jornal O Popular deste sábado, em reportagem sobre o atraso no pagamento de aposentados e o calote na folha de dezembro.

“Não pagamos tudo dentro do mês porque não teve arrecadação. Nos próximos meses não deve ter de novo”, afirmou a auxiliar forasteira, que nem de longe está dando conta do recado de cuidar das finanças do Estado de Goiás. Na reportagem, ela afirma que os aposentados só vão receber no dia 10. Como dia 10 é domingo, os salários só devem ser processados na segunda-feira, dia 11, caindo na conta 12.

Com declarações que só mostram sua total insensibilidade com o funcionalismo, Schmidt só aumenta insegurança de servidores, que vive o horror do calote, bagunça no calendário de pagamentos e agora total falta de perspectiva de organização da folha, que a própria forasteira bagunçou.