Caiado paralisa obra de Hospital de Uruaçu e inventa outra unidade de saúde para atender aliado e perseguir adversário

A agenda política dá o tom da ação administrativa do governador Ronaldo Caiado (DEM), apesar de ele insistir em afirmar o contrário. Entre os casos mais flagrantes, está o da saúde. No último domingo, Caiado anunciou, em Santa Terezinha de Goiás, que o Governo de Goiás vai assumir o hospital municipal para transformá-lo em uma unidade regional de atendimento.

A medida passaria por positiva não fosse a decisão do governador de paralisar as obras de conclusão do Hospital Regional de Uruaçu, uma das maiores unidades de saúde públicas estaduais do interior do País. Os municípios são vizinhos, mas o prefeito de Santa Terezinha é aliado, o de Uruaçu é adversário e a obra paralisada foi idealizada, iniciada e quase concluída por Marconi Perillo (PSDB).

É a receita perfeita para Caiado destilar seu ódio político contra o ex-governador e os aliados do tucano. O governador não resiste.