Sucateamento da UEG por parte de Caiado fez servidores decidir por greve

Os professores e servidores da UEG chegaram ao limite. Diante da tentativa de sucateamento da universidade por parte do governador Caiado restou aos trabalhadores partir para a greve. São várias maldades que causaram a paralisação. O blog vai listar algumas para mostrar como Caiado quer enfraquecer a universidade que foi criada pelo ex-governador Marconi.

Veja abaixo algumas das maldades de Caiado contra a UEG:

  • atraso do salário de dezembro
  • não pagamento de bolsas de pesquisas
  • suspensão da progressão de carreira dos docentes
  • cortes no orçamento da UEG
  • corte de verbas para realização e participação em eventos científicos