Com quase três meses de governo, primeiro encontro de Mendanha e Caiado foi cancelado

Com quase três meses de governo, o governador Ronaldo Caiado (DEM) ainda não chamou o prefeito da segunda maior cidade de Goiás para dialogar sobre as demandas do município.

Nesta quinta-feira, por convite do prefeito Gustavo Mendanha (MDB), Caiado iria ao município para participar do lançamento de obras de duas praças, que serão construídas pela Prefeitura de Aparecida com recursos de emendas parlamentares. Cerca de R$ 300 mil cada uma.

O prefeito chegou a disparar convites, mas a governadoria pediu para cancelar o lançamento em razão do falecimento do ex-senador Lázaro Barbosa (MDB). Uma nova data deve ser agendada para o início da próxima semana. Depende apenas da agenda do governador.

Ao convidar o governador para lançar obras, Mendanha dá uma aula de civilidade política. Apesar de aliado de Daniel Vilela (MDB), candidato oposicionista ao governo de Goiás em 2018, Mendanha demonstra separar política de gestão administrativa, enquanto Caiado sinaliza e age perseguido prefeitos que não são seus aliados.

Os convites foram encaminhados é claro ontem antes do falecimento do ex-senador.

Os eventos seriam ontem, 14 de março. Os convites foram disparados na quarta-feira, 13 de março.

E o prefeito havia convidado o governador desde o início da semana.