Iporá, urgente: secretário de Finanças e assessor parlamentar são esfaqueados em coquetel de inauguração de empresa

Duas pessoas foram esfaqueadas no início desta madrugada, por volta de 1h30 em um momento de coquetel de inauguração da empresa Comigo, localizada as margens da rodovia GO-174, trecho que liga Iporá a cidade de Amorinópolis.

As primeiras informações que dizem que começou um desentendimento entre o vendedor comercial Leandro e um primo do secretário do município, nas dependências da festa e Wellington que estava próximo tentou apaziguar o bate boca e recebeu golpe de faca também, teve perfuração no pulmão.

Foram feridos Anderson Leite Sousa Junior (secretário de Finanças) e Wellington Martins (assessor parlamentar do vereador Divino Liandro – Pirigoso na Câmara Municipal).

Os dois estão internados no Hospital Evangélico de Iporá.

OS DOIS ESTÃO INTERNADOS NO HOSPITAL EVANGÉLICO DE IPORÁ

Segundo relatos, no desentendimento tanto Anderson como Wellington  foram atingidos por Leandro que desferiu facadas na região dos pulmões. Wellington teve que receber dreno. Por sorte, de acordo com familiares, havia um médico de Goiânia ligado Hugol, que realizou o procedimento na cidade.

A versão que se conhece até agora é que houve o início de um bate boca entre Leandro e o primo de Anderson, segundo relatos, por causa de vendas na empresa. Após ouvir insultos, Anderson que saiu em defesa do primo e o vendedor Leandro ficaram um tempo discutindo até partirem para a briga. Quando uma quarta pessoa, Wellington, que estava ao lado foi separar e recebeu o golpe de faca também.

Segundo informações da polícia, depois de desferir os golpes de faca, o vendedor comercial fugiu no sentido a Goiânia, quando foi preso por uma ação rápida da Polícia Militar. No comando do CPU estava o subtenente Edivaldo, no momento foi acionado o Grupo de Patrulhamento Tático GPT comandado por sargento Rafael e equipe.

Wellington Martins passou por cirurgia, não corre risco de falecer. Anderson Leite recebeu curativo, não teve que receber nenhum procedimento cirúrgico. Ambos não correm o risco de vida.

Em breve mais informações sobre o caso.