Campus Eseffego, da UEG, deflagra greve contra descaso de Caiado por tempo indeterminado

Professores, servidores técnico-administrativos e estudantes do campus Eseffego da Universidade Estadual de Goiás ( UEG) deflagraram greve por tempo indeterminado. A paralisação foi definida após assembleia realizada na manhã deste sábado (16), no auditório da Faculdade do Esporte, no setor Aeroporto, em Goiânia. Outros três campus da instituição seguem em greve:  Itapuranga, Itumbiara, Uruaçu.

A assembleia foi organizada pelo UEG em Movimento, grupo auto-organizado sem sindicatos. “Todos que estiveram na assembleia tiveram direito ao voto. Não há soberania. Todos os votos têm o mesmo peso. Foram 264 favoráveis, e nenhum contra. Outras 12 pessoas se abstiveram”,  afirmou o professor do campus Eseffego, Renato Coelho.

(Texto site Mais Goiás)