Aparecida de Goiânia será umas das primeiras cidades do Brasil a investir em tecnologia para deficientes visuais

Engajada no projeto Cidade Inteligente desde que Gustavo Mendanha assumiu a prefeitura, a Aparecida de Goiânia  estuda trazer para o município a tecnologia israelense OrCam MyEye, que auxiliará pessoas cegas, com baixa visão, dislexia, déficit de leitura ou TDAH a terem acesso a livros impressos, dentre outras funções que promovam a autonomia dos usuários.

Para conhecer um pouco mais do tecnologia, o prefeito Gustavo Mendanha recebeu nesta quinta-feira, 21, em seu gabinete, a diretoria da “Mais Autonomia, Tecnologia Assistiva” empresa representante da OrCam no Brasil. Segundo o prefeito, a intenção é equipar as bibliotecas das unidades de ensino do município e pontos estratégicos de leitura para que todos tenham acesso ao benefício.

Atualmente apenas as prefeituras das cidades de São Paulo, Uberlândia, Salvador e Teresina adquiriram os dispositivos e a Prefeitura de Aparecida de Goiânia será a primeira no estado de Goiás a investir nessa tecnologia. O produto já está na segunda versão, o OrCam MyEye 2, e tem um custo de R$ 19.900,00 no Brasil.