No momento da morte de criança no Materno Infantil, Gracinha dançava forró

A primeira-dama e presidente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado, dançava forró no Complexo Gerontológico da Sagrada Família no exato momento em que morria Diogo Soares, de 5 anos, no corredor do Hospital Materno Infantil, na última quinta-feira. Gracinha e o marido, governador Ronaldo Caiado (DEM), sabiam da superlotação e do risco iminente de morte no Materno, mas preferiram ocupar-se de uma agenda, digamos, mais leve.