Neymar vai fazer sucesso no Barça e time voltará a dar show. Você concorda???

Definida a transferência para o Barcelona, Neymar agora volta a ser assunto pelo seguinte: vai ou não triunfar no time catalão?

O blog, otimista e admirador do talento brasileiro, acredita que sim. Primeiro, porque Neymar é talentoso, veloz e ótimo finalizador. Segundo porque terá ao seu lado alguns dos melhores jogadores da atualidade: Xavi, Iniesta, Jordi Alba e, claro, Messi.

O primeiro grande desafio do atacante brasileiro será conquistar a confiança no treinador e isso passa por sua disposição em entender como o Barcelona joga. Entendendo minimamente o sistema de jogo blaugrana, o próximo avanço de Neymar será conciliar em campo, junto aos companheiros, o momento de fazer a joga de tabela e aproximação e o exato segundo de tentar o drible.

O tempo que Neymar demorar em assimilar esse conceito vai determinar se ele vai virar titular rapidamente ou será integrado aos poucos à equipe inicial. Nesta temporada que termina, um dos grandes entraves do Barcelona foi o ataque. Tanto que no massacre diante do Bayern (7 a 0) o novo time de Neymar não marcou sequer um golzinho. Messi estava baleado e aí tudo desandou.

Villa não é o mesmo desde que voltou de contusão séria. Pedro também andou se machucando e não está em boa fase. E Alexis, cá entre nós, não é jogador do nível barça de qualidade – tanto que pode ser negociado, assim como Villa. Por isso, a contratação de Neymar não é só midiática e para vender camisas e moicanos postiços.

O time fracassou no ataque quando não teve Messi. E agora um centroavante pode ser contratado, fala-se até em Leandro Damião.

O esgotamento físico e técnico do Barcelona no final da temporada, que ficou evidente diante do Bayern, fez com que alguns arriscassem em jogar no lixo toda as glórias abocanhadas na Era Guadiola.

O Barça segue sendo um dos maiores times da Europa (e talvez um dos grandes da história) e com todos revigorados, Messi curado, Neymar inflamado, a zaga reforçada, o time, pode sim fazer frente ao Bayern de Robben e Guardiola.

A espinha dorsal da equipe catalã será mantida e o time pode ficar ainda melhor. O goleiro Valdes – sempre contestado – deve sair e um zagueiro de alto nível deve chegar para fazer companhia a Piqué, já que Puyol passa mais tempo no departamento médico que em campo e está em final de carreira.

Escalação

Escalando o Barça apenas com Neymar de novidade é um baita time: Valdes; Daniel Alves, Piqué, Puyol e Alba; Busquets, Xavi e Iniesta; Neymar, Pedro e Messi. Neste esquema Iniesta ficaria mais preso, mas certamente cairia pela esquerda para formar um lado mortal com Neymar e Alba. Pedro jogaria pela direita, sendo o desafogo de Daniel Alves. E Messi seria o tal “falso 9”.

Num esquema mais conservador, Fàbregas poderia entrar no lugar de Pedro, fortalecendo o meio campo e liberando ainda mais Neymar. Essa mexida dependerá do rendimento do brasileiro – se ele não estiver rendendo, ele é quem sairá.

Mas, o blog torce para que Neymar arrebente e forme com Messi uma dupla histórica.
Se antes, o Barça tinha a eficiência, a objetividade e a frieza diante do gol de Messi, agora terá os dribles, a mudança de direção rápida e a habilidade de Neymar. Tem como dar errado?