Bruno Peixoto faz conluio com donos de auto-escola para revogar parte da legislação do IPVA. Resultado: impacto no caixa dos municípios

O deputado estadual Bruno Peixoto (MDB) se alinhou aos donos de centros de formação de condutores (CFCs) para aliviar a cobrança do IPVA cobrado pelo Estado dos veículos utilizados pelas auto-escolas.

Líder do governo Ronaldo Caiado (DEM) na Assembleia, Bruno apresentou projeto de lei que derruba a cobrança do IPVA dos veículos de auto-escolas que não passaram por cursos de aperfeiçoamento.

Para Bruno, a culpa é do próprio Estado, que não teria dado as condições para os cursos de aperfeiçoamento. Com o projeto, os CFCs deixarão de recolher quase R$ 4 milhões neste ano e em 2020.

O desconto camarada impacta o caixa do Estado e também das prefeituras, com as quais a receita com IPVA é dividida. Além disso, o projeto de Bruno não se preocupa em descontar os ganhos extras dos donos de auto-escola dos valores pagos pelos condutores para tirar a Carteira Nacional de Habilitação.

Ou seja, nessa brincadeira quem ganha mesmo são só os empresários do setor. Perdem Estado, prefeitura e condutores em formação.

A pergunta que fica é: o que Bruno Peixoto vai ganhar com esse desconto camarada?

http://valorizafisco.blogspot.com/2019/04/ipva-lei-e-para-os-fracos.html