Na visita do ministro da Saúde, Caiado não cita prefeito emedebista de Aparecida e demonstra que é rancoroso e seu governo não tem DNA republicano

Na solenidade em que o  ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, liberou recursos para qualificar e ampliar a rede de serviços de saúde à população do estado, na qual Aparecida de Goiânia foi contemplada com parte significativa das verbas, o governador Ronaldo Caiado (DEM) demonstrou mais um vez o quanto é mal educado, arcaico e rancoroso.

Ao fazer o seu discurso, Caiado não fez qualquer referência ao prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha (MDB), que administra a segunda maior e mais importante cidade de Goiás, provando que seu governo não tem DNA republicano e que até hoje não desceu do palanque.

Em tempo: todas as autoridades que falaram na solenidade, como o ministro da Saúde, o secretário estadual da Saúde e o arcebispo Dom Washington Cruz, fizeram menção ao prefeito Gustavo Mendanha.