The Guardian, mais tradicional jornal impresso da Inglaterra, abre cafeteria com… tablets para leitura

Com quase 200 anos de idade e com a circulação em queda, o tradicional jornal inglês The Guardian abriu uma cafeteria em Londres e nega que isso tenha a ver com o esvaziamento do veículo em razão do avanço da internet.

Na cafeteria do The Guardian, ao contrário da maioria dos estabelecimentos similares no mundo, inclusive em Goiânia, não há jornais impressos. A casa oferece tablets, nas mesas, e um telão, com a edição online do The Guardian.

Em informação repassada à Folha de S. Paulo, que fez matéria sobre o assunto, o jornal The Guardian disse que a ideia está antenada com o conceito de “jornalismo aberto” da empresa e o esforço de se aproximar da “comunidade criativa”.