Projeto de Bittencourt, TBC News não sai do papel e morre sem sequer começar

A jornalista Fabiana Pulcineli acaba de postar em seu blog que a TBC News – projeto do ex-presidente da Agecom, José Luiz Bittencourt Filho – foi arquivado pelo atual comando da agência.

Segundo Fabiana, os veículos que servem à TBC já foram plotados com a denominação TBC, sendo retirada a designação anterior de TBC NEWS.

Veja a nota de Fabiana Pulcineli:

TBC News acaba sem começar

Os carros da Agecom apareceram hoje sem a plotagem da TBC News. Todos os adesivos foram trocados, retomando apenas TBC. É o sinal concreto de que o projeto, prometido há mais de dois anos, mas que não avançou, foi abortado pela nova gestão.

 A ideia da TBC News foi anunciada em fevereiro de 2011, pelo governador Marconi Perillo (PSDB) e diretores da Agecom, com direito a evento no Palácio das Esmeraldas. A promessa era de que a proposta – de ser a primeira televisão pública brasileira de âmbito estadual a veicular notícias 24 horas por dia – seria implantada ainda no primeiro semestre daquele ano.

 Presidente da Agecom à época, José Luiz Bittencourt disse no evento que o governo faria da área de comunicação um referencial para todo o País. “Temos a ambição de fazer algo novo na comunicação deste goveno. E vamos fazer.”

 O projeto perdeu o ritmo desde a saída de Marcos Villas Boas da vice-presidência da Agecom, no ano passado. Era ele o orientador do projeto de implantação. No entanto, a marca foi mantida no ar, na fachada, no material e nos carros.

 Em fevereiro, o governador nomeou Igor Montenegro no lugar de José Luiz.

 Igor disse ao blog que a ideia da gestão anterior é boa e que a TV não vai perder o foco no jornalismo, mas que há limitações técnicas – falta de equipe e de equipamentos – para sair do papel. “Eu trabalho muito com pé no chão e com coerência. Não posso falar para a população que estou oferecendo um serviço que não estou de fato oferecendo. Não posso falar em TBC News se não tenho condições de oferecer programação news integral. E não posso me iludir que vou conseguir implantar.”

 O presidente afirma que tem investido na melhoria da programação e na modernização da TV, inclusive com empréstimo de R$ 20 milhões para digitalização. “Estamos atuando de acordo com nossas condições. Em curto e médio prazo, eu não terei estrutura para implantar TBC News.”

 Ele também diz que, do ponto de vista de marketing, nomes curtos e tradicionais têm mais força. “Nos EUA e na Inglaterra, as TVs têm nomes curtos. A marca TBC é curta e tradicional, com mais de 40 anos.”