Interdição do Materno: Caiado diz ter visitado o hospital mais de 10 vezes. Será que não viu o caos?

Auditores Fiscais do Trabalho da Superintendência Regional do Trabalho em Goiás (SRT/GO) determinaram a interdição do Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, hospital público de responsabilidade do Governo do Estado de Goiás e administrado pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH). Coordenações técnicas da unidade e a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) deverão apresentar no prazo de dez dias, a partir desta terça-feira (30/4), um cronograma de desocupação do prédio.

Desde que assumiu o governo, Caiado diz ter visitado o hospital mais de dez vezes. Então fica a pergunta: ele não viu a péssima condição da unidade???